Como funciona a evolução dos produtos da SML

Objetivo

O software Orquestra é um produto em constante evolução. Novas versões (releases) são periodicamente disponibilizadas ao mercado. Essas versões frequentemente contam com novas funcionalidades, que derivam de:

  1. Expectativas do mercado;
  2. Demandas emergentes de nossos clientes;
  3. Solicitações de nossos parceiros comerciais;
  4. Novas oportunidades identificadas por nossos engenheiros de produto.

Liberação de novas versões

Realizamos o lançamento de novas versões frequentemente. Para os casos de correções emergenciais, novas versões podem ser disponibilizadas em poucas horas ou dias conforme Acordo de Nível de Serviço de Atendimento em nossa Política de Suporte.

Versão única

A SML Brasil se orgulha de manter uma única versão do produto Orquestra, compatível com todos os clientes e usuários do produto. Nesse sentido, não serão realizadas customizações  e regras de negócio específicas para um determinado cliente ou usuário, a não ser que sejam benéficas para toda a comunidade de usuários. Por isso, a SML, sempre ao avaliar uma sugestão, deverá medir os impactos dessa em toda a comunidade. Uma funcionalidade essencial para um usuário pode ser desnecessária para outros 10 usuários, e vice-versa.

Esse fato contribui para uma melhor qualidade do produto e também garante a sustentabilidade do Orquestra a longo prazo.

A contratação de um pacote de atualização de licenças por 12 ou 24 meses não significa que demandas pontuais ou específicas de uma determinada empresa serão desenvolvidas. O Orquestra é um produto único e aquisição desse pacote garante o direito a atualização para a versão corrente, que inclui as melhorias que foram definidas pela própria SML, seguindo ou não sugestões de clientes, como qualquer outro produto pronto de mercado

Backlog

A sugestão de uma nova funcionalidade ao sistema não significa que essa funcionalidade será efetivamente desenvolvida. Ao sugerir uma melhoria, os seguintes procedimentos serão realizados:

  1. Análise: a equipe técnica da SML irá procurar compreender em toda a dimensão a necessidade funcional e técnica do cliente, e, eventualmente, propor alternativas ou adaptações a sugestão, visando o maior aproveitamento da melhoria pela comunidade de usuários;
  2. Aprovação: a SML mantém um Comitê  de Produto que avalia todas as sugestões de melhorias. Esse comitê irá verificar a aderência da sugestão à estrategia do produto e aprová-la ou não para desenvolvimento. Eventualmente, o Comitê pode propor novas abordagens para a funcionalidade;
  3. Backlog: uma vez aprovada, a sugestão é encaminhada para o Backlog do produto, que é uma lista de funcionalidades aguardando priorização. Essa lista pode conter centenas de funcionalidades aguardando priorização;
  4. Priorização: mensalmente, o Comitê de Produto irá realizar a revisão do Backlog e a priorização de funcionalidades,   encaminhando-as para desenvolvimento para o próximo release. As funcionalidades não priorizadas permanecerão no Backlog para próximas análises;
  5. Desenvolvimento: a funcionalidade é desenvolvida, testada e documentada;
  6. Release: no próximo release, a funcionalidade é disponibilizada para clientes que possuem contratos de upgrades válidos.

Matriz de Aprovação e Priorização

As requisições de funcionalidades adicionadas ao Backlog serão classificadas de acordo com níveis de priorização. A classificação desses requisitos será feita através da utilização do modelo de Matriz de Priorização definido pela metodologia de Gestão de Produtos adotada pela SML.

Atualmente, existem três níves de priorização:

  1. Alta Prioridade;
  2. Média Prioridade;
  3. Baixa Prioridade;

Atualmente, a metodologia de gestão de produtos da SML define os seguintes critérios de ponderação, em ordem de importância:

  1. Opinião da comunidade de usuários do software Orquestra, expressada através do fórum de discussão "Sugestão de melhorias". Quanto mais um tópico for positivamente comentado por diferentes clientes, mais importante é a funcionalidade;
  2. Estratégia do produto: a SML possui muito clara sua estratégia de produto a longo prazo. Por exemplo, um fator fundamental do Orquestra é a simplicidade de uso. Sugestão de funcionalidades que tornem o produto mais complexo geralmente são classificadas como de baixa prioridade;
  3. Tendências e demandas do mercado em geral.

A SML resguarda unicamente para si o direito de compor e definir as requisições priorizadas do Backlog do software Orquestra, de acordo com as regras definidas em sua metodologia própria.

Priorização imediata

Em casos e situações críticas de clientes e parceiros, esses poderão solicitar o desenvolvimento imediato de funcionalidades e melhorias, com sua re-priorização e disponibilização no próximo release, a parte das demais funcionalidades aguardando desenvolvimento.

Nessas situações, a sugestão deverá ter sido pré-aprovada pelo Comitê de Produto e entrará em desenvolvimento imediatamente.

Para esses casos, será emitida uma proposta comercial para o cliente, correspondente as horas necessárias para esse desenvolvimento. Como o Orquestra é um produto único, essa funcionalidade, uma vez desenvolvida, será disponibilizada para toda a comunidade de usuários. Nesses casos, por estar arcando com os custos da melhoria, o cliente terá um desconto no valor-hora de desenvolvimento.